sociais

logos

Cresce Brasil

Nesta edição que encerra 2018 e dá início a 2019, Engenheiro traz em matéria de capa a situação da indústria nacional, que precisa com urgência de recuperação. Para o projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”, o caminho a seguir deve ser a alteração da política econômica, com estímulo à produção, além de investimentos em infraestrutura e inovação.

Importante para colaborar com essa pauta positiva será a atuação da Frente Parlamentar da Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional, presidida pelo deputado Leônidas Cristino (PDT-CE). Segundo o parlamentar, medidas  voltadas ao fortalecimento da indústria estarão entre as prioridades em 2019, assim como projetos de interesse dos profissionais. Entre esses, a criação da carreira de Estado para a categoria.

Com os olhos voltados ao futuro, a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU) realizou em 30 de novembro, em São Paulo, a sua 13ª Jornada Brasil 2022.

Ainda na pauta, a participação do engenheiro José Carlos de Figueiredo Ferraz e sua equipe 
nas obras do prédio que abriga o Museu de Arte de São Paulo (Masp), ícone da capital paulista, com seu vão livre de 74 metros.

Em C&T, o papel da tecnologia da informação na melhoria da mobilidade nos grandes centros urbanos. E mais as iniciativas e atividades dos sindicatos pelo Brasil.

Boa leitura.

 

Com o fim da obrigatoriedade do pagamento da contribuição sindical, as reformas trabalhistas e as eleições realizadas em 2018, necessário se faz uma análise racional dos novos rumos e tendências do País.

“Temos que nos dar as mãos e refletir de que forma podemos interceder positivamente por um País mais justo e melhor, com mais oportunidades.” O chamado foi feito pelo presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), Murilo Pinheiro, à abertura da 13ª Jornada Brasil 2022 – O País que queremos, realizada pela entidade em 30 de novembro último, na sede do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp), na capital paulista.

Os 50 anos de uma das obras mais importantes da engenharia nacional, o prédio que abriga o Museu de Arte de São Paulo (Masp), foram comemorados em 7 de novembro último. A construção do famoso projeto da arquiteta Lina Bo Bardi é considerada, por suas características, feito único até hoje.

Mais investimentos públicos, não ajuste fiscal. Essa é a receita apontada pela FNE em seu projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento” para a recuperação da atividade produtiva rumo ao desenvolvimento nacional sustentável. Na contramão do que anuncia o governo eleito, cujo foco é ajuste fiscal, privatizações e reformas como a da Previdência, que precariza direitos dos trabalhadores.

Ceará, Mato Grosso, Piaui, Amapá, Goiás e Mato Grosso do Sul

O crescimento do País passa pela boa engenharia, e a falta de valorização da profissão é o principal desafio da Frente Parlamentar da Engenharia, Infraestrutura e Desenvolvimento Nacional. É o que aponta seu atual presidente, deputado federal Leônidas Cristino (PDT-CE), que inicia 2019 com foco na promoção desse debate no novo cenário político. Ele afirma que a Frente trabalhará “com lucidez e isenção” para apoiar projetos benéficos à sociedade brasileira, aos engenheiros e à industrialização.

O mundo vive uma revolução silenciosa na mobilidade, na qual surgem inúmeras possibilidades reunidas em plataformas digitais acessíveis em smartphones. Mesmo em países em desenvolvimento como o Brasil, onde as tecnologias em geral demoram mais a chegar, as transformações já estão ocorrendo. Além da ampliação do tipo de transporte ofertado, os trajetos e o próprio modelo de negócio estão sendo alterados, por exemplo, pelo uso de aplicativos  como o Uber.

199Charge199Charge

logoMobile