sociais

logos

Cresce Brasil

O Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp), juntamente com sua atuação de representação coletiva da categoria e de prestação de serviços aos associados, tem forte compromisso com o debate do desenvolvimento e de políticas públicas.

Dando sequência a essa tripla vocação, a entidade programou uma série de eventos online, transmitidos pelas suas redes sociais, abordando questões de extrema relevância na atualidade, com impactos no exercício da profissão, no cotidiano dos cidadãos e no destino do País.

O primeiro tema foi tratado num debate realizado na segunda-feira (7/6) sobre questão essencial à cidade de São Paulo, a partir de um alerta dos engenheiros que atuam no município. A discussão trouxe à tona a impossibilidade de se realizar a revisão do Plano Diretor neste ano.

Conforme demonstrado durante a atividade, a pandemia da Covid-19 e a necessidade de distanciamento social são uma impossibilidade prática de garantir a participação popular essencial a esse processo.

Importante notar que não é razoável pensar em substituir as audiências e reuniões presenciais por consultas online, já que lamentavelmente parcela considerável da população não tem acesso adequado à internet.

Além disso, há dados essenciais, como as mudanças ocorridas em transporte, moradia e trabalho na cidade em decorrência das quarentenas que vigoram desde março de 2020. Outro ponto a dificultar esse processo é a não realização do Censo Demográfico, adiado para 2022.

O próximo evento da série está programado para dia 17 e terá como tema “Teletrabalho e home office: regras, direitos e perspectivas”. Com a participação de representantes da Justiça do Trabalho, do governo federal e do setor produtivo, a proposta é lançar luz sobre a tendência crescente de opção pelo trabalho remoto. Entre outros temas, a discussão abordará as diferenças entre teletrabalho e home office, regulamentação existente e ainda necessária, direitos e deveres dos profissionais e dos empregadores, Saúde e Segurança do Trabalho e perspectivas para o futuro.

No dia 30 de junho, o assunto serão os impactos da automação e da digitalização sobre os arranjos produtivos. Especialistas de altíssimo nível falarão a respeito dos avanços tecnológicos que redundaram na Indústria 4.0, Internet das Coisas e nas inúmeras aplicações da inteligência artificial, transformando o mundo do trabalho profundamente.

Ainda em junho, entra na pauta o impacto social dos avanços tecnológicos. Para os meses de julho e agosto, já estão programadas discussões sobre a retomada das obras paralisadas e a necessidade de reindustrialização do País, duas bandeiras do Seesp e do projeto “Cresce Brasil + Engenharia + Desenvolvimento”; as oportunidades no setor de saneamento; e o financiamento da seguridade social.

Com esse calendário, o Seesp espera contribuir para o debate de forma qualificada e levar à categoria e ao público em geral informações e opiniões balizadas que propiciem o pensamento crítico e a tomada de posição pelo bem da sociedade em geral.

Participe!

Murilo Pinheiro - Presidente

Adicionar comentário


logoMobile