sociais

logos

Cresce Brasil

Enquanto o desenvolvimento da Internet e suas aplicações ocorrem de forma cada vez mais acelerada a partir do avanço técnico da Rede, a sua governança nem sempre acompanha o mesmo ritmo, e muitas vezes interpõe-se a questões políticas e de soberania nacional. Se por um lado a Internet é vista como um direito fundamental, ela também pode representar riscos para países e indivíduos. Nesse contexto dual, seria possível hoje pensar numa rede realmente sem fronteiras? Como ultrapassar esses limites e enfrentar os desafios de novos arranjos técnicos da rede? 

internetsemfronteirasEspecialistas enfrentarão essas questões na próxima terça (6), a partir das 15h, no Seminário Internacional de Governança da Internet, da EGI – Escola de Governança da Internet.

Na mesa, Milton Mueller, professor na Escola de Políticas Públicas do Instituto de Tecnologia da Geórgia e autor de livros como Networks and States. The Global Politics of Internet Governance e Will the Internet Fragment?: Sovereignty, Globalization; e Bertrand de la Chapelle, diretor-executivo da Internet & Jurisdiction Policy Network. A mediação será de Flávio Wagner, diretor-presidente do capítulo brasileiro da Internet Society (ISOC).

É possível acompanhar a discussão acessando o canal do NIC.br no YouTube (https://www.youtube.com/NICbrvideos). A transmissão on-line será ao vivo em português, inglês e espanhol. O cronograma completo do Seminário Internacional de Governança da Internet está em em https://egi.nic.br/eventos-e-debates-online

Adicionar comentário


logoMobile