Imprimir

Na quarta-feira (26), foi realizada audiência de mediação do Acordo Coletivo nacional da Eletrobrás na sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, que contou com a presença do ministro vice-presidente do TST, Renato de Lacerda Paiva, acompanhado do juiz auxiliar, Rogério Neiva Pinheiro.

Assessora jurídica da FNE, Sílvia Martins, e o diretor de Negociações Coletivas Nacionais. Tadeu Ubirajara Moreira Rodriguezm  participam da audiência da EletrobrasO vice-presidente do Senge e diretor da Federação Nacional dos Engenheiros, Tadeu Rodriguez, acompanhou a reunião, juntamente a advogada Silvia, da FNE, e diversas federações e sindicatos representativos dos empregados da empresa.

O juiz auxiliar, Rogério, propôs que os trabalhadores suspendam a greve marcada para o dia 1º de julho diante da prorrogação do ACT, e que a referida prorrogação seja aceita até o final do mês de julho.

A proposta para o Acordo será apresentada aos colegas em Assembleia Geral, que deverá acontecer até o dia 28 de junho na sede das empresas vinculadas ao grupo Eletrobras e 1º de julho nas demais unidades, conforme ata.Audiência Eletrobras, em 26 de junho de 2019