sociais

logos

Cresce Brasil

Brasil, Suíça, Uruguai, França, Bélgica e Alemanha se unem para discutir os impactos da implantação de tecnologias de inteligência artificial no mundo do trabalho em seminário programado pelo Sindicato de Engenheiros (Senge-MG), em  parcerias com a  FNn Ee entidades da área tecnológica, para os dias 10 e 11 de julho. Murilo Pinheiro participará da mesa de abertura

DivulgaçãoDivulgação, O Seminário Internacional de Inteligência Artificial (SIIA) e suas implicações no mundo do trabalho está sendo organizado com o propósito de pensar conjuntamente e propor soluções para os problemas que advirão, além das grandes inovações. O presidente do Senge-MG, Raul Otávio da Silva Pereira lembra que a inclusão da tecnologia de Inteligência Artificial (IA) afeta não somente os engenheiros, mas a toda a humanidade. “Trata-se de oportunidade única de debater e discutir a Indústria 4.0 e as tecnologias de IA por um viés diferenciado, que não privilegie apenas as vantagens materiais objetivas e imediatas dessas tecnologias, mas que proponha colocar no centro do debate a participação do  profissional como agente e não objeto do processo”, explica ele.

Para o dirigente, quase nenhuma atenção tem sido dada ao papel da força de trabalho humana nesse novo cenário. "Será totalmente ou parcialmente substituída? Passará a ser obsoleta?". As questões que ele levanta são inclusive filosóficas, sobre qual e como será o  espaço para coexistência entre máquinas e humanos, com suas tarefas específicas.

 O seminário terá contribuições do professor de Ciências Econômicas e Sociais da Universidade de Paris Oeste Nanterre La Défense,   François Vatin e do cientista da Informação alemão, Thomas Hagenhofe, para quem haverá mudanças drásticas por trás dessa nova tecnologia da automação. Aos  intelectuais europeus vão interagir com os colegas brasileiros da UFMG, PUC Minas e UFRJ, juntamente com profissionais da Engenharia.

Cerca de 600 pessoas devem participar do seminário, em especial engenheiros e interessados nos debates com foco na área. Além da FNE, participarão  representantes de sindicatos e das entidades Confea, Crea Minas Gerais, Mútua e Fisenge . O público também terá a opção de participar de workshops,  acompanhar um concurso entre estudantes, além de interagir com o robô Meccano. 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile