sociais

logos

Cresce Brasil

Com o tema “Ciência para a Redução das Desigualdades”, a 15ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) é aberta oficialmente nesta terça (16),  às 11h, no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, em Brasília

Fonte da Ilustração: site Minas Faz CiênciaFonte da Ilustração: site Minas Faz CiênciaLevar a ciência para o grande público, incentivar jovens para o fazer científico e tecnológico e promover a pesquisa como instrumento para o desenvolvimento susentável do país são objetivos da Semana. A iniciativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Governo do Distrito Federal, com apoio de empresas, órgãos públicos, escolas, fundações de apoio, institutos de pesquisa, museus, universidades e secretarias estaduais e municipais de todos os estados.

A realização da Semana está relacionada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e ocorrerá de 15 a 21 de outubro em todo o país, mas terá como palco principal o Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, em Brasília. Em 2017, o local recebeu 90 mil visitantes. O espaço vai abrigar estandes com experimentos científicos e tecnológicos e o CNPq vai apresentar o projeto Meninas nas Exatas, o primeiro nessa linha e uma ação no âmbito do Programa Mulher e Ciência.

Os projetos a serem apresentados durante a Semana em todo o país foram selecionados por chamada pública do CNPq. Um total de 198 projetos foi aprovado para receber apoio nas duas linhas de apoio disponibilizadas pela chamada pública. As propostas foram apresentadas em duas dias: a Linha A foi voltada a projetos estaduais que envolvam ao menos dez municípios e teve 40 propostas selecionadas e a Linha B, com 158 projetos aprovados, foi destinada a apoiar propostas intermunicipais, com ao menos três cidades participantes.

A SNCT é realizada nacionalmente desde 2004. No ano passado, foi registrado o recorde de municípios participantes: 1.311. Durante o evento, 1.106 instituições desenvolveram mais de 104 mil atividades em todo o território brasileiro. Em seus 15 anos de realização, o balanço do evento é positivo. Em 2017, abrangeu quase 2 mil municípios de todos os estados brasileiros com mais de mil instituições envolvidas, com destaque para a participação das escolas públicas.

Para o presidente do CNPq, Mario Neto Borges, a história da Semana mostra que “há uma vontade e um esforço para que a ciência chegue aos mais diversos públicos”, apontando a importância da presença da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) no evento.

A Chamada 14/2018 que selecionou os projetos conta com a parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O objetivo é financiar eventos de divulgação e popularização da ciência que possuem abrangência regional, estadual ou distrital. O valor global de financiamento de é de  cerca de R$ 6 milhões.

Essa ação permite que o conhecimento científico e tecnológico seja usado para combater as desigualdades sociais e resolver problemas do dia a dia relacionados a energia, alimentação, água, educação e moradia. É uma forma de aproximar a ciência da sociedade. O evento tem diversos objetivos específicos que incluem o estímulo da curiosidade científica, o acesso do conhecimento pelos menos favorecidos e mais vulneráveis, a criação de materiais de divulgação e educativos, aumentar a presença da mulher nas áreas de exatas, engenharias e computação e consolidar e expandir pelo interior do Brasil a SNCT.

Serviço:

Abertura Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Dia 16, às 11h

Local: Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, em Brasília

Veja a programação completa da Semana, em todas as cidades participantes.

CNPq

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile