sociais

logos

Cresce Brasil

O futuro próximo: turistas animadamente espiam a Terra por uma pequena janela, encantados com a vista da escuridão estrelada, acima; e do horizonte azul curvado, abaixo. Eles não estão, no entanto, a bordo de uma espaçonave, e sim de um “balão de quase-espaço”. Ele foi lançado da Mongólia, e não de Houston, nos Estados Unidos. E os turistas são chineses.

BBCBBCTais balões são a nova “alta fronteira”. Em 1958, a Rússia impressionou o mundo ao lançar o Sputnik, o primeiro satélite a entrar em órbita. Os americanos rapidamente criaram sua agência espacial, a Nasa, para entrar nessa corrida até se tornarem a maior potência espacial.

Hoje satélites são essenciais para comunicação, monitoramento, navegação e outras áreas. Mas após 60 anos de seu lançamento, o Sputnik está sendo desafiado pelo balão de altitude elevada.

Veja o texto na íntegra: BBC Brasil

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile