sociais

logos

Cresce Brasil

Nesta quarta-feira, 31 de janeiro, celebra-se o Dia do Engenheiro e da Engenheira Ambiental. São 23.066 profissionais em todo o País que têm como responsabilidade gerir e minimizar os problemas do meio ambiente na sociedade. Essa modalidade da engenharia é relativamente nova, está presente no mercado de trabalho brasileiro por volta de 30 anos. Para Renato Mendes Bereta, associado ao SEESP, ser engenheiro ambiental é antes de tudo “ser um entusiasta da sustentabilidade”.

Bereta se formou em 2012, pelo Centro Universitário Fundação Santo André, e há quatro anos atua como consultor no ramo de licenciamento ambiental pela Tema Comércio e Assistência em Meio Ambiente, empresa com sede em São Caetano do Sul e atendimento no Grande ABC (SP), nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro e região sul do Brasil.

O engenheiro comemora a data reforçando a importância da profissão: “A conscientização de que devemos cuidar do nosso planeta e a busca por energias renováveis e mais limpas é essencial para a manutenção das boas condições da vida humana.” Confira entrevista:

Por que você optou pela Engenharia ambiental?

Fiquei interessado pela área por ter, desde sempre, afinidade com as questões ligadas ao meio ambiente. Também pesquisei muito, antes de entrar na faculdade, quais eram as profissões mais promissoras para os próximos 10 anos, e ela era uma delas. Quando vi a matriz curricular, me identifiquei com o plano de estudo e ingressei na faculdade.

Qual é a importância da modalidade à sociedade?

Ela nos possibilita atuar em diversos setores. Um dos mais importantes, na minha visão, é o da mitigação dos impactos ambientais que estão associados aos processos de fabricação de indústrias. Nessa área, o engenheiro ambiental propõe modos de produção mais limpos e cada vez mais sustentáveis para a natureza, a economia e a imagem da empresa. A conscientização de que devemos cuidar do
nosso planeta e a busca por energias renováveis e mais limpas são essenciais para prover e para a manutenção das boas condições de vida humana na Terra.

Para você, o que é ser um engenheiro ambiental?

É saber que precisa existir um equilíbrio entre a sociedade capitalista, com seus modos de produção e consumo, e a preservação do meio ambiente e da qualidade de vida dos seres humanos. É, também, propor novas tecnologias e métodos de consumo para a manutenção do meio ambiente natural, e o mais preservado possível. É, antes de tudo, ser um entusiasta da sustentabilidade, da vida e da natureza.

Jéssica Silva, Comunicação SEESP*

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile