sociais

logos

Cresce Brasil

Esta edição especial do Engenheiro traz a cobertura completa do X Congresso Nacional dos Engenheiros (Conse), realizado em São Paulo, nos dias 13 e 14 de setembro. Promovido pela FNE a cada três anos, é o evento mais importante da agenda da entidade. Nesta edição, revestiu-se de ainda maior relevância, tendo em vista a crise enfrentada pelo País que atinge fortemente a engenharia e seus profissionais. Por isso mesmo, a atividade teve como mote “retomar o desenvolvimento e defender os engenheiros”.

Representantes dos 18 sindicatos filiados à FNE reuniram-se em São Paulo para a realização do X Congresso Nacional dos Engenheiros (Conse), nos dias 13 e 14 de setembro. Durante o evento, esses profissionais debateram duas questões fundamentais para a entidade e para o País: a retomada do desenvolvimento e o fortalecimento do movimento sindical.

Enfrentar os desafios e superá-los com determinação e unidade. Essa foi a tônica da abertura do X Congresso Nacional dos Engenheiros (Conse). Realizado em 13 e 14 de setembro pela FNE, na sede do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (Seesp), o evento contou com a presença de representantes dos 18 sindicatos filiados à federação. Nas falas de lideranças e autoridades, o mote da atividade: “retomar o desenvolvimento e defender os engenheiros”.

A um projeto nacional, a retomada da engenharia é fundamental. Esse foi o consenso extraído durante o painel intitulado “Engenharia e desenvolvimento: brecar o desmonte e voltar a crescer”, durante o X Congresso Nacional dos Engenheiros (Conse), realizado em São Paulo nos dias 13 e 14 de setembro último.

A indústria petrolífera e o setor elétrico brasileiro entraram em pauta na programação do X Congresso Nacional dos Engenheiros (Conse), que aconteceu em 13 e 14 de setembro, em São Paulo. O assunto foi tratado no primeiro dia do evento, dedicado ao debate sobre como retomar o desenvolvimento nacional.

“Desafios do movimento sindical: resistir e defender os trabalhadores”. Esse foi o tema do Painel II do X Congresso Nacional dos Engenheiros (Conse), na manhã do dia 14 de setembro. Sob coordenação dos diretores da FNE Antonio Florentino de Souza Filho e Maria de Fátima Ribeiro Có, três renomados especialistas abordaram o assunto e apontaram caminhos a seguir.

Instância máxima de deliberação e discussão da federação, o X Congresso Nacional dos Engenheiros (Conse) reuniu representantes dos 18 sindicatos filiados à entidade, de Norte a Sul do País. Ao encerramento, esses elegeram por esmagadora maioria a nova diretoria da FNE para o triênio 2019--2022. De 191 delegados, apenas três votaram nulo e seis, branco. Noventa e cinco por cento deram seu aval à chapa encabeçada por Murilo Pinheiro, reeleito presidente da federação. O início da gestão será em 16 de março do próximo ano.

MaringoniMaringoni

logoMobile