sociais

logos

Cresce Brasil

Em 31 de março último, foi empossada a diretoria do Senge Ceará que ficará à frente da entidade até 2019. Na cerimônia, realizada na Câmara Municipal de Fortaleza, na qual contamos com a importante participação do presidente da FNE, Murilo Pinheiro, fizemos questão de frisar as oportunidades que surgem nos momentos de crise, como o que vivemos hoje. 

Para que possamos de fato garantir bons resultados, contudo, é preciso que tenhamos um plano de ação focado na defesa da categoria, fortalecimento da nossa entidade e prestação de serviços aos associados. Assim, nosso programa de trabalho sustenta-se em nove pontos básicos, entre os quais destacam-se: a comunicação (interna e externa); a capacitação e formação; a valorização profissional por meio da luta por salários dignos e validação da Lei 4.950-A/66, que completa jubileu de ouro neste ano; a mulher profissional e sua dupla jornada (cinco horas a mais que os homens); e o encontro de gerações, que propiciará aos aposentados se engajarem em atividades que resgatem a sua autoestima e aos formandos e jovens profissionais a troca de experiência e novos saberes.

Além das novas iniciativas, serão mantidas ações positivas da gestão anterior, como o programa “Tecnologia no dia a dia”, apresentado ao vivo todas as quartas-feiras na rádio O Povo CBN 95,5, de Fortaleza, em parceria com a FNE. Com nova dinâmica, o programa tem a participação das diversas categorias profissionais que compõem o Senge-CE na discussão de temas tecnológicos que impactam o cotidiano da sociedade. Afeto à Diretoria de Comunicação do sindicato, o “Tecnologia” tem alto alcance e participação ativa dos ouvintes e é uma forma de aproximação do profissional com a sociedade.

O planejamento e a gestão das atividades sindicais foram tema de uma recente oficina da qual participaram diretores, conselho fiscal e representantes do Senge-CE no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE). O resultado apontou a direção dos trabalhos para o foco na valorização dos profissionais e estão sendo discutidas ações a serem tomadas nessa direção de forma alinhada ao movimento Engenharia Unida. Nesse sentido, inclusive, apoiamos o Crea-CE na realização do 9º Congresso Estadual de Profissionais.

Também tem sido tônica da nossa gestão a participação do Senge-CE nas questões de interesse da categoria e da sociedade. Entre os assuntos que temos acompanhado, está a implementação da Lei de Inspeção Predial (nº 9.913/2012) na cidade de Fortaleza e sua rediscussão na Câmara Municipal. Estamos planejando a discussão sobre qualidade de ensino e legislação profissional com formandos, sociedade e professores em instituições de ensino públicas e privadas; visitas à categoria em seus locais de trabalho para mostrar a importância da sindicalização e os serviços ofertados fazem também parte da nossa agenda.

Estamos atuando para denunciar e combater os salários aviltantes nas prefeituras em todo o Ceará, como no caso do edital de concurso do município de Caucaia, que oferecia remuneração de R$ 1.763,67. Agimos também com relação à agressão sofrida por profissional em Crateús. Por fim, seguimos batalhando nas campanhas salariais para garantir acordos coletivos que propiciem conquistas aos profissionais representados.

Maria Helena de Araújo – Presidente do Senge Ceará

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

logoMobile